Reflexões

Quaresma é tempo de misericórdia

Jesus é a maior revelação do amor de Deus

 Quaresma é tempo de misericórdia. A Campanha da Fraternidade nos convida a olharmos as diversas formas e causas de violência que causam medo e insegurança e que serão superadas pela cultura do encontro e da paz, com as palavras de Jesus: “vós todos sois irmãos”.

 Celebramos neste domingo o amor misericordioso de Deus que nos enviou seu Filho Jesus para nos salvar. Cristo é o Salvador porque assumiu nossa humanidade integral e viveu uma vida humana plena, em comunhão com o Pai e com os irmãos. A salvação consiste em nos incorporar à sua vida recebendo seu Espírito.

 Vamos olhar para o alto, para Deus, para o Deus Amor que se revelou na vida e na morte de Jesus. A Cruz é a expressão máxima do amor de Deus por nós. “Deus amou de tal modo o mundo que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna”.

 O Evangelho fala de um estranho encontro de Nicodemos com Jesus.  Nicodemos, mestre da lei ignora, muitas coisas. Ele está informado que Jesus é “um homem vindo de Deus”, mas tem dúvidas. Em meio às trevas, sem saber o que fazer, toma a iniciativa e “de noite” vai encontrar Jesus.

 Nicodemos representa todo aquele que busca encontrar-se com Jesus. Depois de uma primeira conversa, Nicodemos desaparece e Jesus continua com um convite geral, para todos de não viver nas trevas, em dúvidas, mas buscar a Luz. A Luz está no Crucificado, Amor infinito do Pai.

 Estamos acostumados a ver a cruz por toda a parte, não aprendemos a fixar os olhos no rosto do Crucificado com fé, com amor, no silêncio. Dessa forma não conseguimos ver a luz que nos ilumina em todos os momentos da vida, em especial, no sofrimento e em horas mais difíceis.

 Deus ama o mundo! Quem ama se doa a favor do amado. Deus Pai doa seu Filho Amado. Eis o centro do amor de Deus: “Cristo é o Salvador porque assumiu nossa humanidade integral e viveu uma vida humana plena, em comunhão com o Pai e com os irmãos”.

 A salvação não é somente a obra da Cruz, mas da encarnação, pregação, atos, morte e vitória de Jesus e sua exaltação aos céus. Ele veio para salvar e dar a vida a todos os seres humanos. O que Deus Pai espera de nós é que acreditemos em seu amor, que acreditemos em seu Filho Jesus. Não basta ser sábio e saber como Nicodemos. É preciso crer em seu plano de salvação realizado em Jesus Cristo, a verdadeira luz do mundo.

Outras Imagens

Comentários