Reflexões

Amizades que ficam

Os momentos difíceis são os filtros das amizades.

 Quando somos jovens, não pensamos ou nem sempre nos damos ao trabalho de pensar sobre envelhecer. Se, por ventura, imaginamos poderemos ter apenas um vislumbre distante e cada um de nós terá algo como um sonho embaçado do que será ter quarenta, cinquenta anos ou mais. Nos vemos alcançando o sucesso profissional e comemorando com os mesmos amigos, trocando ideias, caminhando lado a lado.

 O tempo, contudo, passa rápido e a cada década fazemos um comparativo do que fomos, vivemos e conquistamos; do quanto realizamos ou do que ainda falta para atingirmos nossas metas; do que deixamos para trás; de como nos modificamos e alteramos nossos objetivos e as amizades que tínhamos, muitas se perdem no caminho. Alguns amigos, óbvio, tomam outros rumos. Mudam-se, vão para longe em busca dos próprios sonhos e o laço que nos unia se desfaz pela distância e pelo tempo. Quando os reencontramos, nem sempre a amizade conseguiu sobreviver e, em muitos casos, eles se tornaram estranhos para nós e nós para eles.

 Em outras situações, as amizades caducam, perdem a validade pela falta de sentimentos compartilhados, pela confiança quebrada, por pensamentos tão divergentes que não resistem às tentativas de entendimento. Independente de nós, as pessoas mudam para pior ou para melhor e, por mais carinho que tenhamos por alguém, invariavelmente, a amizade acaba de um dos lados. Nesse rompimento, não há culpados. Temos apenas que aceitar e deixar a vida seguir seu curso. Uma amizade sincera não pode obrigar o outro a mudar, nem exigir que os pensamentos sejam iguais. Isso não é amizade. É prisão, castração, desrespeito com o outro; falta de amor e humanidade. E não é possível ser saudável quando convivemos em relacionamentos tóxicos.

 Pensando sobre as amizades que caducaram nos deparamos com as frustrações, desassossego, sentimentos negativos que por ventura poderiam nos paralisar, nos deprimir ou nos fazer desistir de buscarmos novas amizades. Se observarmos, a sobrevivência da maioria dessas, durante a passagem de anos, e das pessoas com quem convivemos é muito mais provável que encontremos amizades sinceras na dor. São poucos amigos que permanecem ao nosso lado em momentos difíceis. Aliás, os momentos difíceis são os filtros das amizades. São essas amizades que nos dão suporte, entendem nossas angústias e nos fortalecem; criticam nossas atitudes sem nos ofender; nos fazem pensar em como podemos melhorar como seres humanos e nos mostram caminhos alternativos com paciência e amor.

 Se você tem amizades assim, Preserve-as!

 

Outras Imagens

Comentários